SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA NR 26 E NBR 7195: SUA IMPORTÂNCIA EM AMBIENTES DE TRABALHO

Dentre os 5 sentidos que temos, a visão é certamente o sentido que promove o maior número de informações. Exatamente por esse motivo promover uma eficiente sinalização de segurança no ambiente industrial é tão importante. Por isso, é imprescindível que indústrias sigam a NR 26 e a NBR 7195.


Quando seguidas, essas normas possibilitam, seja por meio de uma cor, um símbolo ou uma palavra, comunicar mensagens complexas de maneiras bastante simples, orientando colaboradores que podem ter acidentes evitados.


Tanto a NR 26 quanto a NBR 7195, objetivam oferecer uma sinalização de segurança mais padronizada em todo o ambiente de trabalho, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes.

Veja neste conteúdo toda a importância do uso da sinalização de segurança em indústrias.


Sinalizações gerais para a indústria. Cores diferentes para cada tipo de aplicação.


Importância da NR 26 e NBR 7195 nas indústrias

Dentro de qualquer ramo industrial, a segurança de trabalho deve ser um assunto multidisciplinar, ou seja, devem ser ponderadas medidas técnicas, administrativas e educacionais para prevenir perdas acidentais.

Neste sentido a sinalização de segurança é uma das medidas mais representativas. Essa sinalização se dá essencialmente por meio do uso de cores a serem usadas nos locais de trabalho para prevenção de acidentes.


Entre os locais dentro do ambiente de trabalho que devem receber a informação por meio de cores, pode-se citar as tubulações, equipamentos, delimitação das áreas de risco, orientação de áreas perigosas, além das rotas de fuga.


Para regulamentar o correto uso dessas cores é imprescindível que a indústria esteja de acordo com as normas relacionadas ao tema. E estas normas são a NR 26 e a NBR 7195.


A NR 26 – SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA indica que devem ser adotadas cores para segurança em estabelecimentos ou locais de trabalho, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes.

Já a ABNT NBR 7195 – Cores para segurança tem objetivos semelhantes, fixando as cores que devem ser usadas para prevenção de acidentes, empregadas para identificar e advertir contra riscos.


Objetivos da sinalização de segurança nas indústrias

A sinalização de segurança tem por objetivo central alertar sobre a existência de riscos e perigos que possam expor o trabalhador e/ou patrimônio (equipamentos e edifícios) ao risco de danos físicos.

Dessa forma, os objetivos centrais de toda a sinalização de segurança adotada nas indústrias são:

· Prevenção de Acidentes;

· Identificar os equipamentos de segurança;

· Delimitar as áreas de risco e de trânsito de pessoas;

· Identificação de Tubulações de líquidos e gases, advertindo as pessoas contra os riscos;

· Identificar e advertir acerca dos riscos existentes no ambiente de trabalho.


Ao atingir esses objetivos, a indústria conseguirá evitar que futuros acidentes ocorram e acarretem em problemas mais sérios aos trabalhadores e à atividade em geral.


Também é importante salientar que o descumprimento da norma implica em uma notificação formal, que estipula um prazo de 1 a 60 dias para a correção da sinalização. Caso o erro ainda persista, o empregador será ser multado.


O valor da taxa varia conforme o nível da irregularidade identificada.

Portanto, se atentar às regras da NR 26 e da NBR 7195 é mais do que fundamental.


A importância das cores na sinalização de segurança

O uso de cores é extremamente importante para que o trabalhador tenha maior agilidade para identificar os diversos perigos que ele possa estar sujeito. Para tanto, a NR 26 e a NBR 7195 determinam 12 cores que servem como alerta.


As cores e seus respectivos sinais de alerta são:

VERMELHO: Distingue e indica equipamentos e aparelhos de proteção e comabte a incêndio, tais como, hidrantes, bombas, sirenes de alarmes e extintores. Também é usada para mostrar toda a localização e indicações de extintores, localização de mangueiras de incêndio e outros.


AMARELA: Representa cautela e atenção, ou seja, o amarelo é uma forma de alertar sobre os locais que sujeitam o trabalhados a tropeçar, esbarrar ou chocar-sse contra objetos, cair, plataformas sem corrimões e muitos outros. Essa cor também é adotada para sinalizar tubulações por onde passam gases não liquefeitos.


BRANCA: Utilizada em passarelas e corredores de circulação, por meio de faixas (localização e largura); direção e circulação, por meio de seinais, localização e coletores de resíduos; localização de bebedouros e etc.


PRETA: Será empregado para indicar as canalizações de inflamáveis e combustíveis que apresentem alta viscosidade (ex: óleo lubrificantes, asfalto, óleo lubrificante, asfalto, óleo combustível, alcatrão, piche e etc).


AZUL: Também indica cuidado, mas seu uso é apenas para avisos contra uso e movimentação de equipamentos que devem ficar fora de serviço.


VERDE: Sinaliza equipamentos e dispositivos que proporcionam segurança, como canalizações de água; caixas de equipamento de socorro e urgência; macas, chuveiros de segurança, entre outros.


LARANJA: Utilizado em canalizações contendo ácidos; partes móveis de máquinas e equipamentos; faces externas de polias e engrenagens; botões de arranque de segurança e outros.


PÚRPURA: Usada para indicar os perigos provenientes das radiações eletromagnéticas penetrantes de partículas nucleares.


LILÁS: Empregada para indicar canalizações que contenham álcalis. As refinarias de petróleo podem utilizá-la para identificar lubrificantes.


CINZA: Subdivide-se em duas categorias: cinza claro e escuro. O claro designa canalização em vácuo; e o cinza escruto é usado para eletrodutos.


ALUMÍNIO: Tem a função de alertar qundo há canalizações que contêm gases liquefeitos, inflamáveis e combustíveis de baixa viscosidade.


MARROM: Pode ser usada para fluído que não é identificar pelas demais.


Símbolos também são importantes na sinalização de segurança

É importante lembrar que apesar de muito importante, apenas a sinalização por cores não será suficiente para alertar pessoas estranhas ao trabalho que estejam transitando nos locais, por isso, é também necessário usar sinais convencionais ou comunicação por palavras.


Assim, de acordo com a NR 26, o uso das palavras de advertência deve seguir a seguinte regra:

· Perigo, para apresentar cenários ou substâncias de alto risco;

· Cuidado, para cenários ou substâncias de médio risco;

· Atenção, para lidar com possibilidades de riscos leves.


Sendo assim, essas placas, avisos e imagens devem ser posicionados de forma estratégica, bem-disposta e sempre visível, sem atrapalhar o tráfego de pessoas ou causar distrações visuais.


A Teclabel fornece um sistema completo para impressão de identificação industrial de alta qualidade!

Temos a solução ideal para quem quer resolver seus problemas de identificação industrial com qualidade, praticidade e resistência: O Sistema TL3 Teclabel. Composto por uma impressora térmica e vinil adesivo de alta performance, você cria as identificações rapidamente de forma personalizada. Para saber mais, CLIQUE AQUI.